Rio Guia Oficial

Seu Guia Oficial do Rio de Janeiro

IR – Como Declarar Rendimentos Isentos e Não Tributáveis

Declarar o IRPF 2022 é uma obrigação de muitas pessoas todos os anos. Porém essa é uma tarefa que gera algumas perguntas e dúvidas ao declarar o imposto de renda, apesar de todas as informações que podem ser encontradas na internet.

Uma das principais dúvidas é como declarar os rendimentos isentos e não tributáveis no IR. Para sanar todas as suas dúvidas, montamos um guia prático para não haver mais problema com essa questão.

Existem muitos casos de valores que são isentos de tributação. O caso mais comum são os valores recebidos no Fundo de Garantia, FGTS, que são quantias isentas de qualquer tipo de tributação, independente do valor. Outra situação que pode acontecer a muitas pessoas é em relação às indenizações.

Em caso de indenizações de seguro, a pessoa está isenta e não precisa fazer a declaração desse valor, porém a legislação pode mudar dependendo do caso. Por isso, é recomendado procurar um oficial de justiça, contador ou especialista para saber o que precisa ser declarado.

O indicado é que, ao vencer uma ação judicial, as dúvidas sejam tiradas com um advogado no ato da sentença, evitando assim problemas e correria na hora da declaração do IR.

Bolsa de estudos, lucros em venda de imóveis, parcelas isentas autorizadas pela justiça, em atividade rural, aposentadoria, pensão, rendimento de sócios ou titular em empresa que opta pelo Simples, entre outros itens, estão isentos da tarefa de declaração.

Todos esses casos devem estar discriminados no ato da declaração. O prazo para declarar o IR está perto do fim e acaba no dia 30 de abril.

Caso a declaração não seja feita, o cidadão fica impedido de uma série de ações, até que sua situação seja regularizada. Acesse o site da Receita Federal para realizar a declaração e tirar dúvidas.


Veja essas dicas e saiba como chegar em pessoas desconhecidas

Em diversos momentos de nossas vidas, somos colocados em situações novas, como por exemplo: precisar se comunicar com pessoas que não conhecemos.

Essa situação é bem comum e se você não gosta de sair da sua área de conforto para interagir com estranhos, saiba que isso é normal e nós temos algumas dicas que podem ajudar você. Confira a seguir dicas para chegar em pessoas desconhecidas:

Seja por um interesse amoroso, profissional ou qualquer outro motivo pessoal, chegar em uma pessoa que você não conhece pode causar um nervosismo descontrolado.

No geral, todos nós passamos por isso, então algumas táticas já foram pensadas para que você possa alcançar o seu objetivo sem deixar uma má impressão.

Observe bastante antes de falar

A primeira dica pode ser considerada uma tática de aproximação instintiva. Observe antes de falar para que você possa identificar o máximo de detalhes sobre a pessoa, detectar possíveis assuntos e até captar alguma expressão corporal. Esta é uma etapa muito importante da aproximação e pode garantir uma longa conversa com a pessoa ou o grupo em questão, afinal, nós gostamos de nos sentir pertencentes de algo.

Aborde com calma

Nada pior do que estar distraído e receber um susto de uma pessoa totalmente desconhecida puxando assunto. Então, após fazer uma boa observação, se aproxime devagar, sem invadir o espaço pessoal do seu alvo. Chegar tocando, falando alto ou se aproximando mais do que o necessário é totalmente inválido.

Coloque a educação em evidência

A educação nunca sai de moda, portanto, o ideal é que você utilize todas as suas boas maneiras neste primeiro contato com a pessoa. Seja gentil e se possível, fale sempre no tempo condicional, que sugere que a pessoa tem sempre a opção de atender aos seus pedidos ou discordar de você. E lembre-se: nada de forçar a intimidade!

Procure ouvir mais do que falar

Mesmo que a pessoa seja muito tímida, se você for capaz de abordar um assunto interessante e que esteja sobre o domínio dela, é esperado que ela se solte um pouco. Neste ponto, a observação antes da abordagem em si será muito importante para o sucesso da sua apresentação.

Fique atento as piadas

O bom humor é, com certeza, um ponto forte de qualquer pessoa. Entretanto, quando utilizado sem intimidade, pode se tornar um incômodo no diálogo. Então, tente conhecer um pouco mais do outro antes de começar a bancar o engraçadinho!